Terça-feira, 21 de Março de 2006

Poemas: Filipe Oliveira

-- OS TEUS LÁBIOS --

Sinto-me esquisito

E sabes porquê?

Porque me sinto inspirado para escrever.

E quando estou inspirado

É porque estou a pensar em ti,

A pensar como és bela,

Mesmo quando estás aborrecida ou triste.

Mas eu acho que nunca te vi triste,

Ou penso que nunca estás triste,

Porque estás sempre com um sorriso nos lábios.

Sim, esses teus lábios estão sempre a sorrir.

Dão-te uma expressão divinal,

Pois tu és a minha ninfa do amor,

És como Vénus.

No entanto, por vezes, sinto-me triste,

E então também escrevo.

Escrevo para desabafar,

Porque acho que este é o melhor meio de desabafar.

Mas se me sinto triste

Penso em ti

E toda a minha tristeza desaparece.

Basta imaginar-te a sorrir,

Porque o teu sorriso

É como uma palavra de conforto.

Uma palavra de conforto

Que preferia ouvir dos teus lábios.

Os teus lindos lábios

São o que eu mais gosto em ti.

O meu desejo é poder beija-los um dia…

publicado por Equipa SAPO às 17:49
link do post | favorito
|
1 comentário:
De Alex a 21 de Março de 2006 às 21:19
Desde que tenha consciência de que um desabafo não é um poema...


Comentar post

.Uma página do

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Revista ler

. Afinal, o que importa não...

. Poemas: Auros Fontes

. Poemas: Virgínia Gomes

. Poemas: Naia Marques

. Poemas: Filipe M.

. Poemas: Dias Miguel

. Poemas (Anónimo)

. Poemas: Luisabela Coutinh...

. Mais poemas amanhã

.arquivos

. Julho 2012

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Aqui Vamos Nós

. Calendário de desfiles

.Links: poesia do séc. XX

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds